Prefeitura de Lábrea viabiliza médico urologista para atender a demanda local

DA REDAÇÃO – O prefeito de Lábrea, Gean Barros (MDB), obteve em parceria com o governo do Estado a viabilização de atendimento urológico à população ao trazer um médico urologista que passa a atender já a partir do próximo dia 20 de fevereiro. De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Dário Vicente, hoje existem mais de 7.500 pessoas na lista de espera em todo o Amazonas para receber esse tipo de atendimento, o que aumenta ainda mais o tamanho da conquista para o âmbito municipal.
Conforme informações do secretário, o atendimento em Lábrea acontecerá uma vez por mês, com o médico permanecendo por três dias na cidade. Ele lembra à população que os agendamentos serão feitos no centro de referência da saúde, ali ao lado da promotoria, perto da Câmara Municipal.

Os interessados no atendimento devem procurar o pessoal do Centro de Referência munido de documentos pessoais e o cartão do SUS. O médico estará atendendo com consultas ambulatoriais, com ênfase na saúde do homem.

O trabalho de prevenção e diagnóstico é muito importante e o profissional estará prestando consultas para diagnóstico de câncer de próstata, câncer de pênis, câncer de rins, câncer de bexiga, de vias urinárias, câncer de testículo, tratamento de infecção urinária, incontinência urinária, pedra e cólica renal, dificuldade para urinar, doenças da próstata, problemas sexuais como impotência sexual e ejaculação precoce, doenças sexualmente transmissíveis, doenças genitais no homem, dor no testículo, e pequenas cirurgias como prostatectomia, cirurgia de fimose, cauterização de condiloma genital, biópsia genital, abertura do meato uretral pra facilitar a urina, trabalhar o planejamento familiar, com vasectomia, dentre outros atendimentos.

A vinda do médico foi possível graças aos esforços da Administração Gean e Mabi em prover melhores condições de saúde para a população de Lábrea. “Compreendemos que a saúde pública deve ser prioridade em quaisquer administrações públicas porque a população precisa estar saudável para poder conquistar outras demandas de sua vida cotidiana”, afirma.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA