Reeducandos da Unidade Prisional de Itacoatiara participam de curso de artesanato em vime

Cerca de 15 internos da Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI), distante 176 quilômetros de Manaus, estarão participando, nesta semana, do curso de Artesanato em Vime, oferecido pelo projeto “Mãos Livres”. O curso é oferecido pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio da Umanizzare Gestão Prisional, empresa que faz cogestão de cinco presídios no estado.

A atividade laboral tem como finalidade propiciar aos reeducandos um conjunto de trabalhos manuais de natureza terapêutica, além de acesso a noções de técnicas modernas de arte, com foco em sustentabilidade e design. O projeto ainda permite aos internos se familiarizarem com planejamento de negócios, proposta de valores, marketing e análise de mercado.

Com carga horária de 60 horas, o curso terá duração de 20 dias, três horas por dia e contará mais uma vez com a parceria da Associação dos Artesãos de Itacoatiara, por meio dos instrutores Alzarina Nobre de Souza e Valdomiro Serrão.

De acordo com a gerente de projetos sociais da Umanizzare, Maria Domingas Printes, o curso traz para os internos a aprendizagem de algo muito simples, com pouco material de investimento. “Além disso, o projeto ensina uma habilidade, tira o tempo ocioso e proporciona uma forma de obter dinheiro de forma regular, já que os parentes participam de feiras de artesanato pela cidade, e conseguem uma renda extra com a venda do que será produzido aqui dentro”, afirma Domingas.

Remição de pena – Os internos voluntários que participam da oficina também ganharam remição de pena pelo estudo, podendo reduzir o tempo de permanência na prisão.

“O curso é uma oportunidade para mais um aprendizado. Além de algumas técnicas profissionais também será uma terapia mental, e o melhor, ainda podendo remir pena”, diz um dos participantes do curso.

FOTOS: Divulgação/Seap

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA